TV Rio Preto - Apresentação, Vídeos, Show e muito mais!
Página Inicial
O Portal
Programas
Programação
Apresentadores
Galeria de Imagens
Galeria de Vídeos
Nosso Mural
Últimas Notícias
Entre em Contato
Enquete
QUAL ESTILO DE PROGRAMA VC GOSTARIA DE VER NA TVRIOPRETO.COM
Enquetes Anteriores

PROGRAMA SABORES E PRAZERES


PIMENTA DEDO-DE-MOÇA MARCA PRESENÇA NA COZINHA BRASILEIRA

Nativa da América do Sul, a pimenta dedo-de-moça pertence à família das Capsicum – parente do pimentão e de pimentas como cumari e cambuci (foto: Sheila Oliveira/ Empório Fotográfico)

por Cintia Oliveira*

É tempo de apimentar as receitas. Em abril começam a surgir nas feiras livres e supermercados do País, os mais coloridos, pungentes e suculentos exemplares de pimentas dedo-de-moça.

Conhecida também como chifre de veado ou pimenta vermelha, a pimenta dedo-de-moça (Capsicum baccatum var. pendulum) é nativa da América do Sul e pertence à família das Capsicum – parente do pimentão e de outras 700 espécies de pimentas, como a cumari e a cambuci.

Graças a versatilidade da dedo-de-moça se destaca na culinária nacional e marca presença em diversas receitas tipicamente brasileiras. “A dedo-de-moça é muito boa para elaborar molhos que eu chamo de sociáveis, que até os iniciantes do mundo da pimenta podem apreciar”, afirma o especialista em pimentas Nelo Linguanotto, da Bombay Herbs & Spices.

A dedo-de-moça pode ser considerada “amigável”, comparada ao ardor do que uma habanero, por exemplo. Segundo a escala Scoville (medida criada por um farmacêutico de mesmo nome, em 1912, com o objetivo de medir a força das pimentas), a dedo-de-moça varia de cinco a 15 mil unidades. Já a mexicana habanero atinge 300 mil unidades.

Um dos cozinheiros que exploram os benefícios da dedo-de-moça é Henrique Benedetti. “Costumo utilizá-la em alguns pratos tailandeses, pois, como as pimentas de lá são muito fortes para o paladar do brasileiro, costumamos substituí-las pela dedo-de-moça”. O chef conta que prefere utilizar as pimentas cruas, mas sem as sementes. Só as mantém para preparar o molho de pimenta do chef, que serve como guarnição de receitas como feijoada, do picadinho e do pastel de camarão.

Na hora de escolher, Linguanotto dá algumas dicas. “Sempre prefira as quem tenham o talo ainda verde, que indica que ainda está fresca. A pimenta também não pode ter manchas, adquiridas durante o plantio, pois já estragam no dia seguinte”. O tamanho da pimenta, nesse caso, é documento. “Compre uma dedo-de-moça com, no máximo, sete centímetros. Pimentas maiores costumam ter pouco sabor”, justifica.

A umidade também não é uma aliada na conservação do condimento. Henrique Benedetti indica guardá-lo, depois de lavados e secos, envolvidos num recipiente forrado com papel na geladeira. E se sobrar, transforme-o numa conserva. “É só cortar a pimenta em pedaços, colocar num pote, cobrir com uma mistura de vinagre de álcool e sal e deixar curtir”, avisa Linguanotto. “Em temperatura ambiente, pode durar por muitos anos, mas não deixe murchar. O bom é ficar bem tenra.”

PROGRAMA SABORES E PRAZERES
Data: 03/04/2018 - Hora: 18:15
Cadastre seu e-mail e fique por dentro de tudo de bom da TV Rio Preto
Seu nome:
Seu e-mail:
TV Rio Preto - TV Online, Programas Anteriores, Apresentadores e Muito Mais!
TV Rio Preto - Institucional
Página Inicial
O Portal
Últimas Notícias
Programação
Apresentadores
Programas Anteriores
Nosso Mural
Galeria de Imagem
Galeria de Vídeos
Entre em Contato
TV Rio Preto - Entre em contato com a TV Rio Preto
E-mail: contato@tvriopreto.com
Fones: (17) 3353.6672
(17) 9712.3199
(17) 9103.0029

TVRIOPRETO.COM 2008-2018 © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Proibída a reprodução total ou parcial deste site.
Desenvolvimento de sites e lojas virtuais